Ausência!!!

Pedimos desculpas aos nossos milhares de seguidorestivoli sequiosos de post’s nossos, a nossa ausência deve-se ao facto de estarmos a participar na actividade desportiva (pelo menos dizem que é) Gata na Praia, estaremos de volta e ao activo dia 31, um bem haja a todos directamente do Hotel Tivoli Arade Portimão, espero que esteja bom tempo por ai. 🙂

Anúncios

Macbook – Drive de CDs não ejecta

EjectRecentemente deparei-me com um pequeno problema que era: devido a ter um CD de arranque na drive e o CD não estar nas melhores condições, o OS X não conseguia arrancar fazendo com que o CD ficasse preso na drive, não conseguindo assim sequer fazer boot ao sistema. Felizmente encontrei aqui uma solução que me resolveu o problema e vou partilhá-la para que possa ajudar alguém no futuro.

É realmente simples na verdade, basta – no momento do boot – deixar o botão do rato (do trackpad) carregado, e isso fará com que o CD saia da drive, e assim já consegui fazer o boot normalmente.

MenuCalendarClock

rainlendarJá la vai cerca de um ano e meio que comprei o meu macbook e me tornei um utilizador regular de MacOSX, uma aplicação que me deixou algumas saudades do Windows, foi o Rainlendar, o Rainlendar para quem não conhece é um pequeno calendário para Windows e Linux, pequeno, versátil e altamente personalizável que se coloca no nosso desktop e permite definir eventos, alarmes, e mais um monte de outras funcionalidades, de destacar as dezenas de skins que existem disponíveis para o adaptarem ao vosso gosto.

MenuCalendarClockPois o que eu vos trago é a alternativa mais viável para substituirmos o Rainlendar no MacOS, essa alternativa é o MenuCalendarClock um addon para o iCal que permite obter uma interface elegante e agradável, que permite facilmente visualizar os nossos compromissos etc. Apenas de salientar que como nem tudo é de graça neste mundo se quiserem tirar total partido da aplicaçao teram que adquirir uma licença por cerca de 20 USD, mas até se decidirem a adquiri-la podem testar o software por tempo indeterminado. 😉

Configurando ligação VPN para a UMinho em Ubuntu

e-UÉ uma dúvida que surge todos os anos tanto em caloiros quanto nos mais experientes, como (tanto no campus como em casa) fazer a ligação VPN em linux à rede da universidade.

Primeiro é necessário instalar o vpnc, que está disponível através do repositório universe do APT:

sudo apt-get install vpnc

A seguir, basta criar o ficheiro default.conf, que tem de estar localizado na pasta /etc/vpnc/:

sudo gedit /etc/vpnc/default.conf

E copiar as seguintes linhas:

IPSec gateway vpn.uminho.pt
IPSec ID geral
IPSec secret geral
Xauth username aXXXXX@alunos.uminho.pt
Xauth password XXXXXXXXXXX

No fim, basta ir à consola e escrever:

sudo vpnc

E se tudo correr bem, aparecerá a mensagem:

Connect Banner:
| *** Bem Vindo ao Grupo Alunos ***

VPNC started in background (pid: XXXX)...

E já está!

Boa Páscoa

Para todos os que acreditam na fantuchada simbologia desta época e principalmente para quem não acredita mas aproveita-se da oportunidade pra se empanturrar de chocolate, os editores deste blog desejam uma boa Páscoa!

Fica aqui uma graçola por parte da TMN:

Problema som no xmms

Há algum tempo atrás deparei-me com um problema ao instalar o xmms no meu recém instalado Ubuntu 7.10 Gutsy Gibbon, o problema (coisa que não me tinha acontecido anteriormente) era que não conseguia reproduzir som com o xmms se antes de o abrir tivesse aberto o firefox, e vice versa.

Este problema, que eu sabiamente solucionei(sou fantástico), é facilmente corrigido mudando o plugin de saida áudio, no meu caso tinha seleccionado o libOSS.so, e bastou-me mudar para o libALSA.so. Para isto vão a opções->Preferências->Plugins E/S Áudio->Plugin de Saída e escolham outro que não provoque conflitos.

Fácil. (:

Configurar rato Logitech MX500 no Ubuntu

Ora, já uso Ubuntu desde a versão 5.04 (Hoary Hedgehog), e desde há pouco tempo atrás andei sempre com o mesmo problema: os botões de navegação do rato (aqueles de lado) não funcionavam por exemplo, no Firefox para fazer retroceder ou avançar nas páginas.

Abaixo vou descrever um tutorial bem simples para resolver esse problema no rato Logitech MX500 (funciona também para o MX510, MX518, MX700 e G7, tanto quanto se saiba), bastando apenas alguns passos.

Primeiro é preciso ver o identificador do dispositivo:

cat /proc/bus/input/devices | grep Mouse

E obterão qualquer coisa do género:

N: Name="Logitech USB-PS/2 Optical Mouse"

Copiem o nome entre as aspas, porque será necessário mais à frente.
A seguir é preciso editar manualmente o ficheiro xorg.conf, para isso faz-se primeiro uma cópia de segurança:

sudo cp /etc/X11/xorg.conf /etc/X11/xorg.conf.old

sudo gedit /etc/X11/xorg.conf

Depois é preciso ir à secção do identificador do rato e trocar as linhas que lá estão por:

Section "InputDevice"
Identifier "Configured Mouse"
Driver "evdev"
Option "CorePointer"
Option "Name" "inserir nome aqui" #aqui entre as aspas ficará o nome que mencionei anteriormente
EndSection

A seguir a isso grava-se o ficheiro, reinicia-se o udev:
sudo /etc/init.d/udev restart

E o Xorg (CTRL-ALT-BACKSPACE) e basta fazer o login que já está!

Espero ter sido útil. 😀